Genômica segue evoluindo na pecuária

 

O gerente de pecuária da CFM, Tamires Neto, participou no final de fevereiro do 8º Workshop de Genômica Aplicada à Pecuária, iniciativa da parceira Neogen. A realização do workshop, iniciada em 2010, se confunde com a chegada da genômica no Brasil. Numa primeira fase, o evento tinha caráter mais científico. De uns três anos para cá, avançou para um formato interativo, de participação dos pecuaristas e dos programas de melhoramento genético, com apresentação de casos de sucesso.

“O workshop está conectado à realidade da genômica na pecuária brasileira. Hoje há mais conhecimento. Os programas de melhoramento genético estão usando mais a ferramenta e já aparecem os primeiros resultados. Aliás, bastante positivos”, explica Lilian Regina da Silva, gerente de desenvolvimento de mercado da Neogen.

Lilian destaca que, com mais conhecimento sobre genômica, os produtores confiam cada vez mais na técnica, reconhecendo que ela fornece informações mais seguras para a tomada de decisões. “Vale ressaltar que a genômica não substitui o fenótipo. Ela é uma importante ferramenta complementar. O ponto central é que o pecuarista tem cada vez mais condições de fazer suas escolhas com o respaldo científico”.

Tamires Neto destaca a importância da genômica e da atualização técnica, focos do workshop da Neogen.

“A CFM é parceira da Neogen há uma década porque acredita em inovação e tecnologia. A genômica está cada vez mais presente na pecuária, uma vez que soma, e muito, às informações coletadas no campo”, diz Neto.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *